Descubra os principais desafios enfrentados no Brasil no tema da reciclagem e quais as oportunidades para que negócios de impacto contribuam no avanço dessa agenda com inovações e tecnologias.

DOWNLOAD GRATUITO

SOBRE O ESTUDO

A Tese de Impacto Socioambiental em Reciclagem é uma análise setorial criada pela Artemisia em parceria com a Gerdau que investiga os principais desafios da reciclagem no Brasil e aponta caminhos e oportunidades para que negócios de impacto possam contribuir acelerando as mudanças necessárias dentro do tema.


O material tem a proposta de compilar conhecimentos pulverizados sobre reciclagem, aplicar a lente do impacto socioambiental sobre os desafios e apontar oportunidades para atuação de negócios de impacto, com exemplos de empresas que já atuam no setor.

CAPÍTULOS

✔ Contexto global da reciclagem

✔ Radiografia do cenário brasileiro

✔ Impactos da pandemia

✔ Caminhos para a economia circular

✔ Oportunidades para negócios de impacto

+84

Estudos, pesquisas e fontes analisados

30

Entrevistas em profundidade realizadas com especialistas no tema

BAIXE AQUI

Confira alguns dados que você irá encontrar na Tese

O ‘lixo’ excessivo , assim como o esgotamento de recursos naturais, são alguns dos grandes desafios ambientais da atualidade.

Mesmo com os alertas sobre a emergência climática e a urgência por uma mudança sistêmica no atual modelo linear, de “extração-produção-descarte”, o volume de resíduos produzidos segue crescendo de forma acelerada, ano após ano.

de outro planeta seria necessário para acomodar os 7,6 bilhões de habitantes do mundo, suprir uso de recursos e absorver o lixo gerado.

Fonte: ONU, 2018.

FAÇA DOWNLOAD AQUI

Projeção do aumento na geração mundial de RSU

Nesse ritmo, a expectativa do Banco Mundial é de que ocorra um aumento de até 70% na produção de resíduos em menos de 40 anos, a nível global.


O Brasil é o maior gerador de resíduos na América Latina. Em 2019, atingimos o recorde de 79 milhões de toneladas.


SAIBA MAIS

ONDE TODO ESSE LIXO VAI PARAR?

No Brasil, os lixões deveriam ter encerrado suas atividades em 2014, mas ainda operam em todas as regiões do país.

SAIBA MAIS

Aumento na geração e pouca recuperação: estamos falhando em seguir princípios básicos

da gestão de resíduos.

Quando o tema é recuperação de resíduos, ainda há um longo caminho a ser percorrido: o Brasil recicla apenas 1,6% do total de RSU, enquanto a média mundial é de aproximadamente 13,5%.


Estamos descartando recursos, colocando em risco a saúde das populações e prejudicando o meio ambiente.

Gráfico: Elaboração própria a partir de dados do Banco Mundial (2018) e SNIS (2019)

SAIBA MAIS

RECICLAGEM, EMPREGO, RENDA E OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO

Estima-se que 115 empregos são gerados a cada 10 mil toneladas de resíduo processado. Aterrar ou incinerar essa mesma quantidade de RSU gera somente 2 empregos.

Estima-se que cerca de 90% dos materiais reciclados no Brasil passam pelo trabalho de coleta e triagem realizado por catadores - que somam quase 1 milhão de trabalhadores.


Embora prestem um serviço ambiental e urbano de extrema importância, um enorme contingente desses trabalhadores ainda sofre com precariedade, informalidade e remuneração inadequada.


Fonte: SNIS, 2020. Diagnóstico do Manejo de Resíduos Sólidos.

Ano referência 2019.

SAIBA MAIS

ECONOMIA CIRCULAR

Reciclar também

é parte dessa agenda

e boa parte do resíduo que não podemos evitar, hoje, pode (deve) ser reciclado.

Melhorar a gestão de resíduos impacta diretamente as metas de 13 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

ONU, 2018. America Latina Waste Summary. | Banco Mundial, 2018. America Latina Waste Summary.

CONFIRA O CONTEÚDO NA ÍNTEGRA

O PAPEL DOS NEGÓCIOS DE IMPACTO SOCIOAMBIENTAL


Mapeamos 13 oportunidades para a participação de negócios de impacto dentro do cenário da reciclagem e exemplos de empresas que criaram soluções inovadoras e já atuam no tema.


CONHEÇA AS OPORTUNIDADES

PREENCHA O FORMULÁRIO E ACESSE O MATERIAL COMPLETO

REALIZAÇÃO

Artemisia

Organização pioneira no apoio a negócios de impacto social no Brasil, tem como missão potencializar negócios que criam soluções para problemas sociais ou ambientais e provocam impacto positivo por meio da sua atividade principal. Para isso, lidera iniciativas de fortalecimento a negócios de impacto - via programas de aceleração, apoio em pilotos de inovação aberta e articulação de investimento de impacto –; conecta grandes empresas ao universo dos negócios de impacto; e desenvolve conhecimentos sobre o tema. Fundada em 2005, possui atuação nacional e já impulsionou mais de 650 iniciativas de impacto de todo o Brasil em seus diferentes programas.

www.artemisia.org.br

Gerdau

Com 121 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 9 países e conta com mais de 36 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 73% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço. A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais. Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,90 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,89 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel). Em 2031, as emissões de carbono da Gerdau vão diminuir para 0,83 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex).

www.gerdau.com.br

APOIADORES